Publicado por Boselli / cronicas/poesias/reflexões em Quarta-feira, 24 de abril de 2019
Meu Diário
09/04/2016 23h25
BESOURO PELUDO


Misericórdia....que susto !
O bicho passou voando bem na frente da minha cara,entre eu e o computador.Bateu no relogio da escrivaninha e na luminária fazendo barulho de asa seca e dura.Finalmente caiu perto do iphone.
Quase morri de susto.Tenho horror desses besouros que entram voando pela janela,sem rumo,titubiantes,batendo em tudo quanto é coisa,inclusive na cara da gente.
Pulei da cama apavorada.Corri no banheiro e com um pedaço de papel higienico na mão,apanhei o inseto e joguei pela janela.
Esse que sempre entra no meu quarto ( meio verde,retangular e pernas peludas ) deixa um monte de ovinhos presos no vidro da venesiana.
Sorry...mas os ovinhos foram pro lixo.
Pelo menos eu ainda estava acordada.Pensou? se o besouro voa a noite no escuro e cái em cima de mim? Affe...
Tá um calorão aqui em Sampa,mas janela aberta a noite nem pensar.Mesmo porque tem meia duzia de arvores bem aqui na frente do meu quarto.E se elas refrescam o ambiente durante o dia com sombra e brisa fresca,de noite jogam tudo quanto é inseto esquisito pra dentro do meu quarto. 
Eu heim ! Cada besouro no seu galho.
                                  
         Maat / 2016


 


Publicado por Maria da Penha Boselli em 09/04/2016 às 23h25
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.